Você é um líder da qualidade?

0
4 Flares Facebook 0 LinkedIn 4 4 Flares ×

good looking young businessman looking at the camera

A participação dos líderes da empresa é um tema constante entre os gestores da qualidade. Graças a norma de qualidade mais reconhecida no mundo: ISO 9001, que traz na sua versão mais recente grandes mudanças.

Com quais perfil a seguir você se identifica?

O tradicionalista: Você adere a uma visão de longo prazo da gestão da qualidade. Onde a responsabilidade por qualquer defeito reside com a produção, e não com a alta administração. Seu gerente de produção é muito profissional, e você acredita que responsabilizá-lo pela qualidade o motivará a trabalhar duro.

O delegador: Você investiu na gestão da qualidade contratando um Gerente de Qualidade, cujo papel é implantar um Sistema de Gestão da Qualidade e garantir que ele seja seguido. Você tem grande interesse, mas no fim das contas, é trabalho dele se preocupar com os detalhes.

O líder de qualidade: Como um grande gestor, você sabe que é responsável pelo SGQ e colocou em prática uma política abrangente, com objetivos detalhados, que é acompanhada e seguida pelos gerentes pessoalmente designados por você.

Se o último perfil parece ser o mais adequado, você está entre uma nova geração de gestores que coloca a gestão da qualidade em igualdade com outras atividades da gestão estratégica. Há uma razão muito simples para isso ser cada vez mais visto como uma abordagem inteligente para a gestão da qualidade: os clientes. A alta administração é responsável pelas vendas e, portanto, pela satisfação do cliente. Como tal, faz sentido responsabilizá-la pelo fator mais suscetível de afetar a satisfação: a qualidade. Uma grande liderança é essencial para incentivar a qualidade em toda a organização. E como resultado, melhorar a satisfação do cliente.

Melhorando a qualidade através da liderança

A nova norma ISO 9001:2015 é uma ampla revisão da norma de qualidade ISO 9001:2008 anterior. Como na versão anterior, ela ajuda a implantar um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) que atenda às ambições e processos estratégicos da sua empresa. No entanto, ela vai um pouco além e garante que a qualidade seja incentivada desde o topo. Enquanto capacitam as pessoas em toda a organização para cumprir os objetivos de qualidade.

Como líder, você deve se comprometer com três ideias essenciais:

1) O SGQ, a política e os objetivos devem ser relevantes (e usados: não guardados em uma gaveta).

2) A alta administração é responsável pelo SGQ, incluindo a alocação dos recursos necessários, embora seja permitido atribuir a responsabilidade pelo acompanhamento e cumprimento de objetivos específicos para gerentes intermediários.

3) Para alcançar os objetivos, a alta administração deve ser uma fiel defensora do SGQ. De forma que ela possa comunicar conceitos como: a abordagem de processos e o pensamento baseado em riscos. Incentivando os colaboradores e gerentes a se envolverem no SGQ, bem como a melhorá-lo. Neste sentido, a ISO 9001:2015 se difere acentuadamente da ISO 9001:2008 anterior. Por exigir um maior envolvimento da liderança das empresas, ela coloca a qualidade no coração da gestão corporativa e a torna uma ferramenta estratégica para aumentar a satisfação do cliente.

whitepaper_cta

Comentários no Facebook

4 Flares Facebook 0 LinkedIn 4 4 Flares ×